top of page

O luto, a morte e as perdas



O luto, a morte e as perdas são experiências humanas universais e potencialmente impactantes.


Numa abordagem construtivista, o luto é uma tentativa de reafirmar ou reconstruir um mundo de significado que foi desafiado pela perda (Gillies & Neimeyer, 2006).


Gillies e Neimeyer (2006) consideram que há processos chave para a reconstrução de significado propostos neste modelo: construção do sentido de perda; procura de benefícios; mudança de identidade.


O processo de reconstrução após uma perda produz novas estruturas de significado em que a pessoa em luto perceciona o mundo de uma forma diferente/nova: novas atividades e reavaliação de prioridades; novo self e crescimento pessoal; novas relações e restabelecimento da relação com o ente querido; nova visão do mundo; novas perspetivas; nova fé e espiritualidade (Gillies & Neimeyer, 2006).

Criar estruturas de significado torna-se útil para a pessoa dar sentido à sua experiência e, consequentemente, reduzir sintomas de mal-estar, como diminuição da angústia. Porém, se essas estruturas não são úteis para encontrar significado da perda, deverá haver uma reconstrução adicional (Gillies & Neimeyer, 2006). Nesta abordagem, o sofrimento não é, portanto, um sintoma a ser eliminado, mas deve haver disponibilidade para o abordar.

O foco deste modelo construtivista está no significado das estruturas e do processo pelo qual elas operam e transformam as nossas experiências (Gillies & Neimeyer, 2006).

A terapia do luto é eficaz na mediação e facilitação do processo de luto. Se por um lado, há uma grande variabilidade nas abordagens teóricas do processo de luto, bem como suporte empírico para diversas abordagens de tratamento, por outro lado, há questões de saber lidar e enfrentar, vinculação, significado e comportamento que são consensuais (Niemeyer& Smigelsky, 2018).


Se precisar de ajuda, não hesite em contactar: www.sofiasantosrodrigues.com.

Gillies, J., & Neimeyer, R. A. (2006). Loss, grief, and the search for significance: Toward a model of meaning reconstruction in bereavement. Journal of Constructivist Psychology, 19(1), 31-65.


Neimeyer, R. & Smigelsky, M. (2018). Grief Therapy. In Oxford Research Encyclopedia of Psychology, 1-14.


14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page