top of page

Minha alma é uma orquestra oculta



Minha alma é uma orquestra oculta;

não sei que instrumentos tange e range, cordas e harpas, timbales e tambores, dentro de mim.

Só me conheço como sinfonia.

Bernardo Soares


Livro do Desassossego, de Fernando Pessoa (heterônimo Bernardo Soares).


1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page